Política de Cookies

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, registo e recolha de dados estatísticos.
Ao prosseguir a navegação com cookies ativos está a consentir a sua utilização.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pela Norgarante.Saiba mais

Compreendi
Conferencias Norgarante
Sucessão Empresarial e Incremento de Escala
Mutualista - Venda as suas ações Norgarante
ADN Obrigações Fiscais garantia mútua
Capitalizar Turismo
financiamento empresas Capitalizar
Regressar
Asset 1

Notícias

2019 bateu recorde de investimento no sector tecnológico em Portugal

2019-12-19
Indústria 4.0
O ano de 2019 registou um recorde de investimento no setor tecnológico em Portugal, segundo o relatório "Estado da Tecnologia Europeia 2019”, da Atomico, em parceria com a Slush e a Orrick. O estudo destaca ainda "mais um ano recorde para a tecnologia europeia”.

Em Portugal registou-se um investimento de 141 milhões de euros, e o principal responsável foi a OutSystems, que recebeu nos últimos anos investimentos no valor de 340 milhões de euros. O relatório refere que este ano Portugal desceu de 6º para 19º (em 20) no investimento em startups, mas o país está a crescer como um centro "deep tech” (empresas com grande potencial disruptivo e de inovação). 

Na Europa, o financiamento total atingiu os 26 mil milhões de euros. Em Portugal terá atingido apenas os 126 milhões de euros.
O estudo estima, ainda, que em 2019, em Portugal existam 7961 programadores e 4299 investigadores de desenvolvimento em tecnologia por cada milhão de habitantes. 

O relatório demonstra também que 2019 é o ano em que a tecnologia ocupa um lugar de destaque na economia europeia. Apesar de os números serem altos, a Europa ainda fica consideravelmente atrás da Ásia, com 62,5 mil milhões de euros em investimento, e dos EUA, com 116,7 mil milhões. 

Deste investimento no setor tecnológico na Europa, a maior parcela de capital — 9071 mil milhões de euros — foi para investimento no setor fintech [startups de tecnologia financeira], seguindo-se o setor de software para negócios, com 7505 mil milhões. Ainda no cenário europeu, mesmo com o Brexit, a capital do Reino Unido, Londres, mantém-se como a principal cidade para startups, seguindo-se Paris.

Atualmente, existem pelo menos 174 empresas de tecnologia europeias que chegaram a uma avaliação superior a mil milhões de dólares, que permite que sejam definidas como "unicórnio”. Antes de 2010, esse número era de apenas 13, revela o relatório.

Em Portugal as empresas que invistam no desenvolvimento, produção ou que pretendam adquirir soluções tecnológicas no âmbito da Indústria 4.0. têm à sua disposição a Linha Indústria 4.0 / Apoio à Digitalização. Esta linha apoia as necessidades de fundo de maneio ou de investimento das empresas, bem como financia a aquisição destas soluções tecnológicas por parte de empresas que pretendam promover a sua aplicação, acrescida de fundo de maneio de até 20% do valor do investimento.
Ver todas as noticias