Política de Cookies

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, registo e recolha de dados estatísticos.
Ao prosseguir a navegação com cookies ativos está a consentir a sua utilização.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pela Norgarante.Saiba mais

Compreendi
Linha de Apoio ao Sector Social COVID-19
Apoio ao Desenvolvimento de Negócio
Capitalizar Turismo
Asset 1

Notícias

AICEP volta a dinamizar “Redes de Fornecedores”

2020-12-21
AICEP redes

A AICEP - Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal volta a dinamizar as "Redes de Fornecedores” para aproximar a oferta nacional junto das grandes empresas, portuguesas e estrangeiras, interessadas em alargar as respetivas carteiras de fornecedores.

Trata-se de um formato de ‘matching’ de negócios que, no passado, permitiu abrir portas a algumas dezenas de PME portuguesas  junto dos responsáveis pelas compras e aprovisionamentos de multinacionais e operadores globais em sectores tão diversificados como o agroalimentar, o automóvel, as tecnologias, a aeronáutica, a eletrónica e as telecomunicações.

"O objetivo primordial é estabelecer sinergias entre empresas e substituir importações, ao mesmo tempo que se aumentam as exportações”, assinala a agência pública vocacionada para a promoção dos bens e serviços portugueses lá fora e a captação de investimento estrangeiro no país.

Mais recentemente, a iniciativa foi relançada para "apoiar as empresas portuguesas no complexo contexto da pandemia”, justifica a AICEP. O grupo Mota-Engil foi a primeira entidade a mostrar-se recetiva à proposta e tem já 40 empresas portuguesas interessadas em integrar as suas cadeias de fornecimento, no país e no estrangeiro, nomeadamente em Angola e no México.

A segunda entidade a avançar com uma ação de seleção de mercado ao abrigo da "Rede de Fornecedores” foi a sucursal portuguesa do grupo alemão de retalho alimentar ALDI. O objetivo é integrar mais produtores e marcas nacionais disponíveis nas 83 lojas da cadeia alemã de supermercados em Portugal, onde chegou em 2006. Para tanto, a ALDI Portugal e a AICEP estão a trabalhar em conjunto para identificar PME portuguesas capacitadas para integrar a bolsa de fornecedores do grupo alemão.

Ver todas as noticias