Política de Cookies

Este website utiliza cookies que facilitam a navegação, registo e recolha de dados estatísticos.
Ao prosseguir a navegação com cookies ativos está a consentir a sua utilização.
A informação armazenada nos cookies é utilizada exclusivamente pela Norgarante.Saiba mais

Compreendi
Indústria 4.0 Capitalizar 2018
Mutualista - Venda as suas ações Norgarante
Capitalizar Turismo
Regressar Venezuela
Asset 1

Notícias

Rácios de rentabilidade e capitalização das empresas portuguesas continua a melhorar

2019-01-29
dinheiro
O Banco de Portugal publicou recentemente, no Boletim Estatístico e no BPstat, as estatísticas das empresas da central de balanços relativas ao terceiro trimestre de 2018.

No terceiro trimestre de 2018, a rendibilidade bruta do ativo das empresas não financeiras situou-se em 8,1%, valor superior em 0,2 pontos percentuais ao do trimestre anterior. Segundo o Banco de Portugal a rendibilidade aumentou nos setores das sedes sociais, dos transportes e armazenagem, das indústrias, do comércio e dos outros serviços.

Esta melhoria nas contas das empresas portuguesas está relacionada com a recuperação positiva da economia portuguesa e o nível baixo dos juros, que permitiu uma melhoria dos rácios também ao nível do balanço das empresas.

A autonomia financeira fixou-se em 37,9%, o que corresponde a um aumento de 1,6 pp em relação ao final de 2017. Os dados do Banco de Portugal mostram que as empresas estão a conseguir substituir capital alheio por capital próprio, reduzindo o peso do endividamento de forma acentuada.


O peso dos financiamentos obtidos no total do ativo diminuiu 1,4 pp no mesmo período, fixando-se em 34,2% no terceiro trimestre do ano.O custo do financiamento foi de 2,9%, valor igual ao observado no trimestre anterior e 0,2 pp abaixo do verificado no período homólogo. O rácio de cobertura de juros suportados registou um aumento de 0,4 relativamente ao trimestre anterior e de 1,5 em relação ao período homólogo.

Ver todas as noticias